Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Procons e Delegacias do Consumidor estão de olho nos abusos de preços

Destaque

Procons e Delegacias do Consumidor estão de olho nos abusos de preços

por publicado: 24/05/2018 18h29 última modificação: 30/05/2018 20h42
Torquato Jardim pediu rigor na fiscalização e repressão da prática, que viola o CDC

Nota Oficial

Brasília, 24/05/2018 - O Ministro da Justiça, Torquato Jardim, encaminhou ofício à Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e Lubrificantes e à Associação Brasileira de Supermercados solicitando que as instituições aconselhem seus associados a não praticar preços abusivos em decorrência da falta de produtos, ocasionada pela paralisação dos caminhoneiros. Além de ser crime contra a economia popular, o aumento abusivo de preços viola o Código de Defesa do Consumidor (CDC), em seu artigo 39, V, X.

Torquato Jardim também encaminhou memorando à Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), pedindo que ela atue na coordenação dos órgãos do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor, especialmente Procons, Delegacias do Consumidor e membros do Ministério Público estaduais, para que fiscalizem e reprimam as práticas abusivas.

O Ministério da Justiça disponibilizou um canal eletrônico para os consumidores que quiserem denunciar abusos de preços.

Basta entrar em https://sistema.ouvidorias.gov.br/publico/Manifestacao/RegistrarManifestacao.aspx?tipo=1&orgaoDestinatario=316&assunto=481 e fazer sua denúncia.


Confira a íntegra dos documentos:

 

ASSINATURAMJ_PORTAL_0803_PARTE BCA.JPGASSINATURAMJ_PORTAL_0803.jpgFACEBOOK_ICON_2103.jpgYOUTUBE_ICON_2103.jpgTWITTER_ICON_2103.jpgFLICKR_ICON_2103.jpg

Conteúdo
Ofício Associação Supermercados by Christiana Suppa — last modified 24/05/2018 18h33
Nota Técnica MJ by Christiana Suppa — last modified 24/05/2018 18h34
Ofício Combustiveis by Christiana Suppa — last modified 24/05/2018 18h38
João Sanzovo by Christiana Suppa — last modified 24/05/2018 19h09