Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Foragido dispara contra Força Nacional e é preso em Natal

Destaque

Foragido dispara contra Força Nacional e é preso em Natal

Comparsa do atirador é detido por tráfico de droga
por publicado: 09/02/2018 16h06 última modificação: 09/02/2018 18h31

Força

As equipe da Força Nacional estão em Natal desde fevereiro de 2017  

Brasília, 9/2/18 - Dois homens numa motocicleta tentaram fugir de uma abordagem da Força Nacional de Segurança Pública, na noite de quinta-feira (8), em Natal (RN). Eles foram presos por tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas. Condenado a 10 anos de prisão por homicídio, Gleyton Soares da Costa, de 26 anos, disparou contra os policiais durante a tentativa de fuga. O parceiro dele, Luis Adriano da Silva Anísio, 30, possuía 200 gramas de cocaína prontos para a venda.

Por volta de 20 horas, uma equipe reforçava o policiamento no bairro Nossa Senhora da Apresentação, na zona Norte da capital, e desconfiou da dupla, que estava numa motocicleta. Gleyton, que era o passageiro, viu a caminhonete da Força Nacional, desceu do veículo, fugiu a pé, pulou um            muro e atirou contra os policiais, mas foi localizado e preso numa rua próxima. Com ele foi encontrado o revólver calibre 38. Ao consultar os dados do infrator, os agentes descobriram que havia um mandado de prisão contra ele.

Já o condutor da motocicleta, Luis Adriano, foi detido no local, mas como estava sem documentos, a equipe foi até sua residência. Lá foram apreendidos pacotes com cocaína, totalizando 200 gramas. As buscas foram acompanhadas pela família do preso. Ele e o parceiro foram encaminhados à 2ª Delegacia de Plantão da Zona Norte, onde foram autuados e ficaram sob custódia da Polícia Civil.

Plano Nacional

A Força Nacional trabalha em Natal (RN) em colaboração e cooperação com os órgãos locais de segurança pública, por meio das ações integradas de policiamento ostensivo, polícia judiciária e perícia forense. O objetivo é auxiliar na redução de homicídios dolosos e violência contra a mulher.

Iniciada em 20 de fevereiro de 2017 em Natal, as ações foram prorrogadas por 180 dias, a partir de 1º de janeiro de 2018. A iniciativa integra o Plano Nacional de Segurança Pública, que também conta com operações da Força Nacional nos estados de Sergipe, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Coordenada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp/MJ), a Força Nacional de Segurança Pública é um programa de cooperação federativa de auxílio à segurança pública em qualquer ponto do país. Atualmente, a Força desenvolve 15 operações em nove estados.

Além da Força Nacional, o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJ) mantém em Natal, desde janeiro, a Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária, coordenada pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen/MJ), em apoio ao sistema prisional do estado.


ASSINATURAMJ_PORTAL_0803_PARTE BCA.JPGASSINATURAMJ_PORTAL_0803.jpgFACEBOOK_ICON_2103.jpgYOUTUBE_ICON_2103.jpgTWITTER_ICON_2103.jpgFLICKR_ICON_2103.jpg