Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ministério da Justiça manterá ações de segurança no Rio de Janeiro

Destaque

Ministério da Justiça manterá ações de segurança no Rio de Janeiro

Operações integradas terão modelo utilizado nas Olimpíadas. Anuncio foi feito pelo secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública durante reunião no Planalto para debater a situação do RJ
por publicado: 20/07/2017 14h36 última modificação: 20/07/2017 15h36

Brasília, 20/7/17 - O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) seguirá reforçando as ações de policiamento no Rio de Janeiro, no mesmo modelo de integração dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. O anúncio foi feito após reunião do presidente da República, Michel Temer, e o governador do Rio, Fernando Pezão, nesta quinta-feira (20) , em Brasília.

O MJSP já enviou enviou mil profissionais ao estado, sendo 620 da Força Nacional e 380 da Polícia Rodoviária Federal. Eles participam, ininterruptamente, de operações na capital e interior, em parceria com os órgãos locais de segurança pública. "Atuamos com absolutas coordenação e cooperação com as demais áreas de segurança do governo federal e dos governos estadual e municipal do Rio", afirmou o secretário executivo do MJSP, José Levi Mello do Amaral Júnior.

"A ideia é reproduzir o legado que nós temos, que nós conservamos dos grandes eventos, em especial das Olimpíadas. O governo federal não deixará de atuar de maneira coordenada com o Rio de Janeiro, com absoluta clareza de respeito às autonomias do estado e do município. Isso é fundamental. Colocamos a serviço da sociedade fluminense todo esse aparato que nós temos. Segurança pública é um problema complexo e exige várias abordagens", destacou Levi.

Além do secretário-executivo do MJSP, participaram da reunião o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, os ministros os ministros da Defesa, Raul Jungmann, e Sergio Etchegoyen, do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, que também anunciaram que as Forças Armadas terão um gabinete instalado no Rio para manter tropas à disposição. Ainda estiveram presentes o secretário nacional de Segurança Pública, Carlos Alberto Santos Cruz, o diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência, Janer Alvarenga, e o vice-governador do Rio, Francisco Dornelles, entre outras autoridades.

Reunião

Foto: Beth Almeida


ASSINATURAMJ_PORTAL_0803_PARTE BCA.JPGASSINATURAMJ_PORTAL_0803.jpgFACEBOOK_ICON_2103.jpgYOUTUBE_ICON_2103.jpgTWITTER_ICON_2103.jpgSOUNDCLOUD_ICON_2103.jpgINSTAGRAM_ICON_2103.jpgFLICKR_ICON_2103.jpg