Você está aqui: Página Inicial > Seus Direitos > Política Penal > Notícias DEPEN > Depen planeja curso de formação para novos servidores

Destaque

Depen planeja curso de formação para novos servidores

A data para a realização ainda está sendo definida, mas a previsão é para junho de 2017
por publicado: 15/03/2017 17h33 última modificação: 31/03/2017 11h40


Brasília, 15/03/17 - O diretor executivo,Luizevane Soares da Silva, e a coordenadora de gestão de pessoas, Juciane Prado Lourenço da Silva, participaram nesta terça-feira (14) de reunião na Academia Nacional de Polícia (ANP) com o diretor, José Rita Martins Lara, o chefe do escritório de cooperação internacional, Alberto Cargnin Filho, e demais autoridades para tratar do próximo Curso de Formação Profissional (CFP). O curso será voltado para os aprovados no último concurso público para provimento de cargos das carreiras da área penitenciária federal – agente federal de execução penal, especialista em assistência penitenciária e técnico em assistência penitenciária – realizado pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

O concurso público teve início em abril de 2015 e por meio dele foram selecionados os melhores candidatos, os quais foram aprovados dentre mais de 52 mil inscritos. O certame contou com várias etapas: prova objetiva, prova discursiva, exame de aptidão física, avaliação médica, avaliação psicológica, investigação social e perícia médica – para os candidatos que se declararam deficientes.

O CFP será promovido pela Escola Nacional de Serviços Penais (Espen), e será destinado para aproximadamente 160 aprovados na primeira fase do concurso, que comporão a terceira e última turma do edital nº 1 – Depen, de 17 de abril de 2015. Ele contará com disciplinas como: segurança penitenciária, procedimentos de escolta, uso diferenciado da força, inteligência penitenciária, ética profissional, dentre outros. A data para a realização ainda está sendo definida, mas a previsão é para junho de 2017 e seguirá a matriz curricular utilizada no CFP de 2016.

Segundo Juciane, “o investimento nessas formações faz parte do processo de fortalecimento institucional do departamento que necessita de pessoal qualificado para fazer face aos novos desafios enfrentados pelo sistema”.

 Após o término do curso de formação os novos servidores serão lotados na sede do Depen, em Brasília, ou em um dos cinco presídios do Sistema Penitenciário Federal (SPF):  Campo Grande (Mato Grosso do Sul), Catanduvas (Paraná), Mossoró (Rio Grande do Norte), Porto Velho (Rondônia) e Brasília (em construção).

Segundo Luizevane, “os novos servidores chegam para fortalecer ainda mais a equipe do Sistema penitenciário Federal (SPF) que em 11 anos de funcionamento conta com índices de excelência, como 0% de fuga, 0% de rebeliões e 0% de celulares”.