Você está aqui: Página Inicial > Sua Proteção > Cooperação Jurídica Internacional > Adoção Internacional

Adoção Internacional

por Maria Beatriz Amaro publicado 20/09/2017 18h27, última modificação 20/09/2017 18h27

Autoridade Central Federal | Procedimentos de Adoção | Organismos de Adoção
Credenciamento de Organismos | Conselho das Autoridades Centrais Brasileiras
Legislação | Formulários

 

Conceito
De acordo com a Convenção de Haia de 1993 Relativa à Proteção das Crianças e à Cooperação em Matéria de Adoção Internacional e de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), a adoção internacional é aquela realizada por pretendente (s) residente em país diferente daquele da criança a ser adotada.

No Brasil, de acordo com o Decreto nº 3.174, de 16 de setembro de 1999, o processamento das adoções de crianças brasileiras para o exterior, bem como a habilitação de residente no Brasil para adoção no exterior, é de responsabilidade das Autoridades Centrais dos Estados e do Distrito Federal (Comissões Estaduais Judiciárias de Adoção / Adoção Internacional).

ACAF é órgão federal administrativo que tem como competência o credenciamento dos organismos nacionais e estrangeiros de adoção internacional, bem como o acompanhamento pós-adotivo e a cooperação jurídica com as Autoridades Centrais estrangeiras. Além disso, à ACAF compete atuar como secretaria executiva para o Conselho das Autoridades Centrais Brasileiras.