Destaque

Inscrições abertas: MJSP promove curso gratuito em saúde e segurança nas escolas

publicado: 19/06/2019 18h09, última modificação: 26/08/2019 12h31
Dirigida a educadores e ministrada à distância, capacidade fortalece comunidade escolar
CURSO.jpeg

Brasília, 19/06/2019 - O Ministério da Justiça e Segurança Púbica (MJSP) está com inscrições abertas, até o dia 26 de junho, para vagas do curso de aperfeiçoamento "Saúde e Segurança na Escola", dirigido a educadores do ensino fundamental e médio das escolas públicas estaduais, municipais e do Distrito Federal.

Oferecida na modalidade à distância (EAD), em ambiente virtual de aprendizagem, a iniciativa é gratuita e voltada prioritariamente para oito mil educadores (professores) das últimas séries do ensino fundamental e do ensino médio dos municípios mais violentos do país. Dividido em cinco módulos, o curso é composto por aulas em 16 unidades temáticas, e será realizado entre agosto deste ano e janeiro de 2020. Mais informações e inscrições pelo endereço eletrônico: https://educadores.senasp.gov.br

Identificando elementos de risco social, a capacitação tem como objetivo a formação continuada dos professores e demais atores de transformação social, para a abordagem específica de um dos importantes fatores de risco associados à violência: o uso abusivo de álcool e outras drogas.  

Promovido em parceria das Secretarias Nacional de Segurança Pública (Senasp) e de Políticas sobre Drogas (Senad), ambas do MJSP, com a Fundação Oswaldo Cruz-Brasília e a Universidade de Brasília (UnB), o curso tem carga de duração de 180 horas, é voltado para o fortalecimento da comunidade escolar, será ministrado com tutoria é certificado (pela FIOCRUZ e pela UnB).

Trata-se de proposta para promover ações integradas de saúde, educação e segurança, na garantia das condições protetivas de direitos de educandos de escolas públicas, em territórios identificados de alta vulnerabilidade social, em decorrência da violência que atinge crianças e adolescentes.  A iniciativa fornece elementos teóricos e práticos para a formação docente no enfrentamento da violência, a partir de uma abordagem intersetorial que prioriza a atenção em fatores de proteção individual e de risco associados ao uso abusivo de álcool e outras drogas.  

Outras informações sobre o curso estão disponíveis na Chamada Pública 05/2019.

Busca-se a elaboração e implementação coletiva no enfrentamento das situações de violência em contextos de risco pelo envolvimento com álcool e outras drogas. Desta forma, o curso propõe aos docentes a construção de projetos com ênfase na promoção da saúde e da segurança, como condições de melhor aprendizagem e de qualidade de vida na escola.

No paradigma da Promoção da Saúde na Escola, serão fortalecidas ações institucionais promovendo articulação entre diversas políticas com a finalidade de construção coletiva para a segurança e a melhoria da qualidade de vida de todos os atores da comunidade escolar.

Disponível para educadores de todo o país, o treinamento resulta de parceria entre a Escola Fiocruz de Governo da Fiocruz Brasília (EFG) e o Programa de Estudos e Atenção às Dependências Químicas/PRODEQUI do Instituto de Psicologia da UnB (IP/PCL), também com apoio dos Ministérios da Educação e da Saúde (via Programa Saúde na Escola - PSE).

O lançamento do projeto foi realizado nesta terça-feira (18/6) na Fiocruz Brasília, com presença do secretário nacional de Políticas sobre Drogas, Luiz Roberto Beggiora, e do secretário nacional adjunto de Segurança Pública, Freibergue Rubem do Nascimento.

Com informações da Fundação Oswaldo Cruz