Governo destina R$ 70 milhões para projetos ambientais em terras indígenas

publicado: 08/05/2014 18h14, última modificação: 26/08/2019 12h31
Layout_PGATr.jpg

Brasília, 8/5/14 – Os Ministérios do Meio Ambiente e da Justiça, a Fundação Nacional do Índio (Funai) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lançaram, nesta quinta-feira (8), chamada pública para projetos de elaboração e de implementação de Planos de Gestão Territorial e Ambiental (PGTA) de terras indígenas. No total, R$ 70 milhões serão destinados para investimento no Bioma Amazônia.

Os projeto deverão ser de R$ 4 milhões a R$ 12 milhões. A comissão de avaliação e seleção das propostas será composta por representantes do BNDES, Funai, MMA e Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia (Coiab). 

Os recursos são do Fundo Amazônia e destinados a apoiar iniciativas que visam a implementação da Política Nacional de Gestão Territorial e Ambiental (PNGATI). 

O objetivo dos PGTAs é garantir a proteção, recuperação, conservação e o uso sustentável dos recursos naturais nos territórios indígenas, assegurando a integridade do patrimônio indígena, a melhoria da qualidade de vida e as condições plenas de reprodução física e cultural das atuais e futuras gerações dos povos indígenas, respeitando sua autonomia sociocultural.

A chamada pública atende a uma demanda dos povos indígenas por projetos de maior escala e que viabilizem, principalmente, a execução de planos de gestão das terras indígenas.

Ministério da Justiça
Curta facebook.com/JusticaGovBr

www.justica.gov.br
imprensa@mj.gov.br

(61) 2025-3135/3315