Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Senacon alerta para segunda fase do recall do Jetta 2.0l Total Flex

Destaque

Senacon alerta para segunda fase do recall do Jetta 2.0l Total Flex

por publicado: 09/04/2015 14h39 última modificação: 09/04/2015 16h53
Campanha abrange os 31.894 veículos colocados no mercado de consumo e anteriormente convocados

Brasília, 9/4/15 - A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), do Ministério da Justiça, informa que a Volkswagen do Brasil Indústria de Veículos Automotores Ltda. deu início à segunda fase da Campanha de Chamamento (Recall) para efetuar a inspeção dos braços do eixo traseiro e instalação de um componente adicional na região interna dos braços do eixo dos veículos Jetta 2.0l Total Flex, ano/modelo 2011, 2012 e 2013, fabricados entre junho de 2010 e julho de 2013.

De acordo com a Volkswagen, a Campanha abrange os 31.894 (trinta e um mil, oitocentos e noventa e quatro) veículos colocados no mercado de consumo e anteriormente convocados, com numeração de chassi, não sequencial, compreendida entre os intervalos BM001374 a DM097942.

O Código de Defesa do Consumidor determina que o fornecedor repare ou troque o produto defeituoso a qualquer momento e de forma gratuita. Se houver dificuldade, a recomendação é procurar um dos órgãos de proteção e defesa do consumidor.

Quanto aos riscos à saúde e à segurança envolvidos, a Volkswagen declarou que “veículos que sofreram colisão traseira ou lateral-traseira, severa o suficiente para causar deformação em um ou ambos os braços do eixo traseiro, podem ter a durabilidade do componente reduzida”, de modo que “se este dano não for detectado e reparado, a utilização contínua do veículo nesta condição poderá, em casos específicos, ocasionar, sem prévio alerta, a ruptura súbita do braço do eixo traseiro e a perda de controle do veículo, com risco de acidente e danos materiais e físicos aos ocupantes e a terceiros”.

Mais informações podem ser obtidas junto à empresa, por meio do telefone 0800 019 8866 ou pelo site www.vw.com.br. Detalhes sobre a campanha de chamamento também estão disponíveis no site do Ministério da Justiça –http://www.justica.gov.br/.