Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ministério faz balanço da área de segurança para a Jornada Mundial da Juventude

General

Ministério faz balanço da área de segurança para a Jornada Mundial da Juventude

O Ministério da Justiça avaliou como positiva a atuação da segurança pública durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), evento que mobilizou cerca de 3 milhões de pessoas na cidade do Rio de Janeiro. Para garantir a segurança da multidão de fiéis e do Papa Francisco, o Ministério empregou 6.008 profissionais de segurança. Até o final da Jornada, não foi registrada nenhuma morte de peregrinos, nem mesmo nas estradas.
por publicado: 29/07/2013 17h00 última modificação: 20/02/2014 15h17

O Ministério da Justiça avaliou como positiva a atuação da segurança pública durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), evento que mobilizou cerca de 3 milhões de pessoas na cidade do Rio de Janeiro. Para garantir a segurança da multidão de fiéis e do Papa Francisco, o Ministério empregou 6.008 profissionais de segurança. Até o final da Jornada, não foi registrada nenhuma morte de peregrinos, nem mesmo nas estradas.

O Papa participou de aproximadamente 20 atividades diferentes. Todo o deslocamento do pontífice foi acompanhado em tempo real por meio de GPSs e câmeras de vídeo, além de imagem de helicópteros e das câmaras de vídeo de rua instaladas pela prefeitura. Foram utilizadas 685 viaturas, 5 helicópteros, além de um par de lanchas, botes flexíveis e jet-skis.

No total, 9.787 ônibus foram vistoriados, o que equivale a 50% de toda a frota legalizada do país. A PRF realizou 3 mil notificações nesses veículos, sendo que 95 deles ficaram retidos. E justamente por causa dessa fiscalização intensa, não se registrou acidentes com os peregrinos na chegada do evento.
Até o dia de hoje, foram registrados apenas 3 acidentes nas estradas, sem ocorrência de morte de peregrinos. A operação da PRF para a Jornada Mundial da Juventude prosseguirá até 2 de agosto.

PF

• 2.553 homens empregados na Jornada Mundial da Juventude, dos quais 1.534 no Rio de Janeiro; 492 em São Paulo e mais 527 reforçando as fronteiras. Deste total, 700 homens trabalharam diretamente na segurança do Papa, sendo que 48 atuaram junto ao Papa.
• 138 viaturas; 2 lanchas; 2 botes flexíveis; 2 helicópteros e 2 jet skis.

PRF
• 2.050 homens, dos quais 1,6 mil no Rio de Janeiro; 250 em São Paulo e 200 no reforço da fronteira.  Deste total, foram 128 batedores.
• 400 viaturas, 300 motos e 3 helicópteros.
• Foram vistoriados 50% da frota legalizada do país. 3 mil notificações, 95 retidos.
• 3 acidentes no retorno, sem vítimas entre os peregrinos.

SENASP
• 1.405 homens da Força Nacional.
• 128 viaturas.

Agência MJ de Notícias

(61) 2025-3135/3315
acs@mj.gov.br
www.justica.gov.br